THE CORRELATION BETWEEN CERTAIN PUBLIC EXPENDITURE AND THE HDI-M AND IFDM INDICATORS IN THE MUNICIPAL PUBLIC MANAGEMENT IN THE STATE OF ESPÍRITO SANTO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47682/2675-6552.a2021v1n2p75-95

Keywords:

HDI-M, IFDM, Effectiveness Indicator, Human and Municipal Development, Public Expenditure, Municipal Public Management, Espírito Santo State

Abstract

This project aims to carry out a more specific field of Public Administration research in the studies on the measures of effectiveness measurement of public policies. Its objective is to verify whether there is a correlation between the HDI-M (municipal human development index) and IFDM (Firjan municipal development index) indices and the various municipal public expenditure groups. For this study, we will use public expenditure data and cited indicators from all 78 municipalities of Espírito Santo (ES), seeking, through the Pearson correlation statistic, to highlight the level of correlation between the volume of expenses. specific public policies applied between 2002 and 2010 and the results obtained in the HDI-M and IFDM 2010.

Referências

ARRAIS, T. A. Desigualdade de renda, emprego público e transferências de renda no brasil contemporâneo. Mercator (Fortaleza), Fortaleza, v. 18, e18008, 2019.

ATLAS do Desenvolvimento Humano no Brasil. Disponível em: http://atlasbrasil.org.br/2013/pt/idhm/. Acesso em: 11 jun. 2019.

ATLAS do Desenvolvimento Humano no Brasil. Disponível em: http://atlasbrasil.org.br/2013/pt/ranking/. Acesso em: 11 jun. 2019.

BARBOSA, Francis Régis Gonçalves Mendes. Índice de desenvolvimento relativo, IDH-M e IFDM: em busca da operacionalização das liberdades instrumentais de Amartya Sen. Porto Alegre: Ensaios FEE, Vol. 38, p. 295-328, 2017.

BITTAR, Eduardo C. B. Crise política e teoria da democracia: contribuições para a consolidação democrática no Brasil contemporâneo. Brasília: Revista de informação legislativa, 2016.

BRAGA, Aleno Chagas; OLIVEIRA, Mauri Aparecido de; COSTA, Júlio Cezar Zorzenon; BUENO, Ricardo Luiz Pereira. Estudo da correlação entre o índice de desenvolvimento humano (IDH) e os tributos arrecadados nos estados brasileiros. Aracaju: Interfaces Científicas – Humanas e Sociais, Vol. 5, 2017.

BRASIL. (Constituição (1988)). Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Dispinível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em: 10 nov. 2018.

BRASIL. Lei de Responsabilidade Fiscal, Lei n°. 101 de 15 de dezembro de 2000. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/LCP/Lcp101.htm. Acesso em: 01 nov. 2018.

COELHO, Daniela Mello. Elementos essenciais ao conceito de administração gerencial. Brasília: Revista de Informação Legislativa, 2000.

COMPARA Brasil. Disponível em: http://www.comparabrasil.com/. Acesso em: 05 jun. 2019.

CASAS, Alexandre Luzzi Las; PINHEIRO, Wesley. Correlação entre produção científica e pesquisa de mercado sobre o comércio eletrônico no Brasil. Universistas Gestão e TI, Vol. 3, 2013.

CONSTANTINO, Miguel; PEGORARE, Alexander Bruno; COSTA, Reginaldo Brito da; Desempenho regional do IDH e do PIB per capita dos municípios de Mato Grosso

do Sul, Brasil, entre 2000 e 2010. Mato Grosso do Sul: Interações, 2016.

COURA, J. E. L.; CARVALHO, J. R. M.; SOUSA, A. F. Indicadores sociais de gestão pública. João Pessoa: IV Encontro Brasileiro de Administração Pública, 2017.

DENCKER, A.F. M.; VIÁ, S.C. Pesquisa empírica em ciências humanas: com ênfase em comunicação. 2.ed. São Paulo: Editora Futura, 2002.

DOWNS, Anthony. Uma teoria econômica da democracia. São Paulo: Edusp, 1999, p. 56.

FARAH, Marta Ferreira Santos. Análise de políticas públicas no Brasil: de uma prática não nomeada à institucionalização do “campo de píblicas”. Revista Administração de Administração Pública – Rio de Janeiro. 2016

FIGUEREDO FILHO, D. B.; SILVA JÚNIOR, J. A. Desvendando os Mistérios do Coeficiente de Correlação de Pearson (r). Pernambuco: Revista Política Hoje, Vol. 18, 2009.

FIRJAN. IFDM 2015 – Ìndice Firjan de desenvolvimento municipal ano base 2013. Disponível em: www.firjan.com.br/ifdm/downloads/. Acesso em: 26 nov. 2019.

GEHRKE, Germano; BORBA, José Alonso; FERREIRA, Denize Demarche Minatti. A repercussão da corrupção brasileira na mídia: uma análise comparada das revistas Der Spiegel, L‘Obs, The Economist, Time e Veja. Rev. Adm. Pública, Rio de Janeiro, v. 51, n. 1, p. 157-167, 2017.

GIACOMONI, James. Orçamento público. 14ª ed. São Paulo: Atlas, 2009.

GIAMBIAGI, Fábio; ALÉM, Ana Cláudia. Finanças públicas: teoria e prática no Brasil. 5. ed. rev. e atual.Rio de Janeiro: Elsevier, 2016.

GOMES, Ricardo Corrêa; LEAL, Ana Carolina dos Santos; ASSIS, Vitória Ambrozio de.

Indicadores para Avaliar o Desempenho de Prefeituras Municipais. Rio de Janeiro: Anpad, 2013.

JUNQUILHO, Gelson Silva. Teorias da Administração Pública. Florianópolis: Capes, 2010.

KOHAMA, Helio. Balanços Públicos. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2000.

LAKATOS, E.M.; MARCONI, M. A. Fundamentos de metodologia científica. 5ª ed. São Paulo: Editora Atlas S.A., 2003.

LEISTER, A. C.; CHIAPPIN, J. R. N. A Teoria da Democracia de Giovanni Sartori: Uma Defesa da Democracia Representativa. 2ª Ed. Pernambuco: Revista Política Hoje, Vol. 22, 2013.

LEITE FILHO, Geraldo Alemandro; FIALHO, Tânia Marta Maia. Relação entre indicadores de gestão pública e de desenvolvimento dos municípios brasileiros. São Paulo: Cadernos Gestão Pública e Cidadania, 2015.

LOUZANO, J. P. O; ABRANTES, L. A.; FERREIRA, M. A. M.; ZUCCOLOTTO, R. Causalidade de Granger do índice de desenvolvimento socioeconômico na gestão fiscal dos municípios brasileiros. Rio de Janeiro: Revista de Administração Pública, 2019.

MARCOMINI, Luiz Henrique; ARAÚJO, Maria da Piedade; Dispêndio com educação e saúde versus IDH: uma análise econométrica. II CINGEN – Conferência Internacional em Gestão de Negócios, 2017.

MARTINS, G. de A. Manual para elaboração de monografias e dissertações. São Paulo:

Atlas, 1994.

MARTINS, Maria Eugénia Graça. Coeficiente de correlação amostral. Revista de Ciência Elementar, Vol. 2, 2014.

MCASP, Manual de Contabilidade Aplicado ao Setor Público, 7ª edição. Ministério da Fazenda, 2016. Disponível em: http://www.tesouro.fazenda.gov.br/documents/. Acesso em: 30 out. 2018.

MOREIRA, Renan Bambini. Panótipo da modernidade: transparência, accountability e controles sociais no Conselho Nacional do Ministério Público. Vitória: UFES, 2019. Disponível em: http://portais4.ufes.br/posgrad/teses/tese_13757_Disserta%E7%E3o%20final-corrigida.pdf. Acesso em: 03 dez. 2019.

MOREIRA, Rafael de Lacerda; LYRA, Iete Xavier M.; MACEDO, Marcelo Alvaro da Silva; SAUERBRONN, Fernanda Filgueiras. Relevância dos gastos públicos na determinação do desenvolvimento municipal no Estado do Espírito Santo. Rio de Janeiro: EnANPAD, 2013.

MENEZES, Daiane Boelhouwer; POSSAMAI, Ana Júlia; Índice de Desenvolvimento Humano Municipal- Urbano (IDHM-U): proposta de um novo índice sintético para as Regiões Metropolitanas. Indic. Econ. FEE, Porto Alegre, 2016.

NETO, Celso de Barros Correia. Orçamento público: uma visão analítica. São Paulo. II Prêmio SOF de Monografias – 2008.

PAIVA, Denise; SOUZA, Marta Rovery; LOPES, Gustavo de Faria. As Percepções sobre Democracia, Cidadania e Direitos. Campinas: Opinião Pública, Vol. 10, 2004.

PAULA, Ana Paula Paes de. Por uma nova gestão pública. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2005.

PEREIRA, Greisson Almeida; MOREIRA, Tito Belchior da Silva. A influência dos consórcios intermunicipais de saúde no índice Firjan de desenvolvimento municipal (IFDM). Planejamento e Políticas Públicas, 2016.

PENMAN, Stephen H.; Análise das Demonstrações Financeiras e Security e Valuation. 4ª edição, Rio de Janeiro: Elsevier, 2013.

PNUD Brasil. Disponível em: http://www.br.undp.org/content/brazil/pt/home/idh0.html. Acesso em: 11 jun. 2019.

REZENDE, Amaury José; SLOMSKI, Valmor; CORRAR, Luiz João; A Gestão Pública Municipal e a Eficiência dos Gastos Públicos: Uma investigação Empírica entre Políticas Públicas e o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) dos Municípios do Estado de São Paulo. Revista Universo Contábil, 2005.

REZENDE, Alcides Rezende. Planejamento Estratégico Público ou Privado. ed. São Paulo: Atlas, 2011.

ROCHA, Leonardo Andrade. O "efeito nefasto" da corrupção no Brasil: "quem paga mais?" Aplicações com o uso de regressões quantílicas com variáveis instrumentais. Nova econ. [online]. Vol.29, n.1, pp.277-305, 2019.

WINZER, Lylla. Relação entre o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal e taxas de mortes violentas nas Unidades Federativas Brasileiras. J Hum Growth, 2016.

Downloads

Publicado

2021-12-16

Como Citar

NUNES, D. da S. THE CORRELATION BETWEEN CERTAIN PUBLIC EXPENDITURE AND THE HDI-M AND IFDM INDICATORS IN THE MUNICIPAL PUBLIC MANAGEMENT IN THE STATE OF ESPÍRITO SANTO. RINTERPAP - Revista Interdisciplinar de Pesquisas Aplicadas, Cariacica (ES), Brasil, v. 1, n. 2, p. 75-95, 2021. DOI: 10.47682/2675-6552.a2021v1n2p75-95. Disponível em: https://journals.sespted.org/rinterpap/article/view/nunes-75-95. Acesso em: 18 maio. 2022.